terça-feira, 21 de julho de 2015

21/07/2015 04h44 - Atualizado em 21/07/2015 05h24

Após 13h de viagem, Inter chega a Monterrey e retoma "operação Tigres"

Jogadores ganham a manhã desta terça de folga e treinam no final da tarde

Por Direto de Monterrey, no México
Rostos visivelmente cansados e sonolentos, mas com a esperança em dia. Após 13 horas de viagem, a delegação do Inter chegou e iniciou concentração em Monterrey, no México, para o jogo com o Tigres, pela volta das semifinais da Libertadores. 
Diego Aguirre na chegada ao hotel da delegação do Inter  (Foto: Diego Guichard)Diego Aguirre na chegada ao hotel da delegação do Inter (Foto: Diego Guichard)

O roteiro do Inter iniciou às 13h (de Brasília) de segunda-feira. Teve uma parada em Aruba, no Caribe, antes de seguir viagem e aterrissar em Monterrey.   
Para minimizar o desgaste, alguns jogadores utilizaram uma malha nas pernas, por baixo da roupa. O objetivo era o de melhorar a circulação. 
- Alguns jogadores usaram. É uma das formas de melhorar a circulação e evitar trombose. Outros preferiram não usar e caminhar, fazer alguma movimentação no avião. Depende de cada um – explicou o médico Mateus Falcão. 
No aeroporto de Monterrey, alguns jogadores concederam autógrafos e conversaram com a imprensa local. Demonstraram confiança para o jogo decisivo.  
- O Tigres tem uma grande equipe, mas nós também temos um bom time – resumiu Aránguiz, enquanto caminhava em direção ao ônibus do clube. 
Rodrigo Dourado e Alan Costa na chegada da delegação do Inter (Foto: Diego Guichard)Rodrigo Dourado e Alan Costa na chegada da delegação do Inter (Foto: Diego Guichard)


O grupo do Inter terá a manhã desta terça-feira para descanso. Às 18h (20h do Brasil) faz o reconhecimento do gramado do estádio Universitário, onde atua diante do Tigres na noite desta quarta. 
Provável Inter para encarar o Tigres (Foto: Arte / GloboEsporte.com)Provável Inter para encarar o Tigres 
(Foto: Arte / GloboEsporte.com)
A provável escalação do Inter para a decisão tem: Alisson; William, Ernando, Juan e Geferson; Rodrigo Dourado, Aránguiz, D'Alessandro, Valdívia e Eduardo Sasha (Lisandro López); Nilmar.
Como venceu por 2 a 1, o time gaúcho tem a vantagem de atuar pelo empate ou por derrota pelo placar mínimo, desde que seja a partir do 3 a 2. Um triunfo por 1 a 0 dá a vaga para os mexicanos, enquanto uma reversão do 2 a 1 levará a decisão às penalidades. 
> Confira a lista de relacionados:

Goleiros: Alisson, Muriel e Dida
Laterais: Geferson e William
Zagueiros: Ernando, Juan e Alan Costa
Volantes: Aránguiz, Rodrigo Dourado, Wellington, Nilton e Nico Freitas
Meias: Anderson, D’Alessandro, Valdívia e Alex
Atacantes: Eduardo Sasha, Vitinho, Nilmar, Rafael Moura e Lisandro López



Opinião

Wianey Carlet: Inter tenta calar a euforia do Tigres

Por: Wianey Carlet
21/07/2015 - 06h04min
Wianey Carlet: Inter tenta calar a euforia do Tigres Ricardo Duarte/Agencia RBS
Foto: Ricardo Duarte / Agencia RBS
Depois de uma longuíssima viagem de 13h, o Inter está em Monterrey. Não encontrará Zorro, o herói da cidade, tampouco o sargento Garcia, o militar trapalhão que tenta prender o mascarado, mas mal pode esconder a sua admiração pelo herói. O Inter não se identifica com nenhum dos personagens criados pelos estúdios de Hollywood. É apenas o visitante que vai tentar calar a euforia do Tigres.
Inter viaja ao México com grupo completo e apoio da torcida

O presidente do clube mexicano anda dizendo que o seu clube já está na final da Libertadores. Mesma posição é defendida pela imprensa argentina que já projeta River Plate e Tigres na decisão desta competição. Contrapondo-se a tanto descrédito está o Inter.
Diego Aguirre viajou para o México sem definir qual será a escalação do Inter para enfrentar o Tigres. Segundo certo consenso, só existe uma dúvida: quem sobrará entre Lisandro Lopes, Valdívia e Eduardo Sasha? Pessoalmente, acrescentaria outra dúvida: alguém para estar ao lado de Rodrigo Dourado dividindo as tarefas de marcação e dando mais competitividade ao meio-campo colorado. Assim, Aránguiz poderia jogar mais adiantado. 

Sasha garante estar 100% e defende vantagem colorada: "Precisamos valorizar a vitória"

Esta, entretanto, nunca foi cogitação de Aguirre. O treinador decidirá levando em conta, certamente, as condições físicas de Sasha. Embora, sábado, tenha disputado o jogo inteiro contra o Goiás. Mas o confronto de amanhã é pela Libertadores e o rival é o Tigres, no seu covil. As diferenças não são poucas.
Se Diego Aguirre optar por escalar Sasha, deixando Lisandro Lopes no banco, obterá, no mínimo, duas vantagens: o time ficará mais competitivo e D'Alessandro será liberado da odiosa tarefa de marcar o lateral esquerdo adversário. Sem considerar que terá no banco uma alternativa ofensiva de valor caso o resultado precise ser mudado.

Leia mais colunas de Wianey Carlet
Acompanhe o Inter no Colorado ZH. Baixe o aplicativo: