quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

- Atualizado em

Após recuperar defesa, Inter pede 'ajuda' do ataque por fim do risco

Equipe, que pode até empatar sem gols para seguir na Série A, não marca há 262 minutos

Por Porto Alegre
2 comentários
Leandro Damião centroavante Inter (Foto: Alexandre Lops / Divugação Inter)Damião perdeu uma grande chance contra o Timão
(Foto: Alexandre Lops / Divugação Inter)
O Inter não precisa nem vencer. Caso segure o 0 a 0 inicial, seguirá na Série A do Brasileirão sem depender de qualquer resultado paralelo. No entanto, o objetivo é não correr risco algum e garantir a vitória diante da já rebaixada Ponte Preta. E, após estancar os problemas defensivos, chegou o momento de o sistema ofensivo fazer a sua parte.

Sem vencer há quatro partidas – quando fez 2 a 1 no Botafogo -, o Colorado não sabe o que é marcar um gol há 262 minutos. A última vez que balançou as redes ocorreu no dia 17 de novembro, quando Otávio abriu o placar na derrota para o Goiás por 3 a 1 no Serra Dourada.

Inter sem marcar gols
262 minutos
último gol - Otávio aos 19 1ºT contra o Goiás
Os gaúchos, com aquele revés, completavam 10 gols sofridos nos últimos cinco jogos. A defesa dava calafrios e assustava. Pois, com os retornos de Índio e Juan, o time segurou os empates em 0 a 0 com Coritiba e Corinthians, respectivamente. Caso repita o placar neste domingo contra a Macaca, o susto terá chegado ao fim. No entanto, o Inter busca deixar uma última boa impressão. E o objetivo é vencer o adversário, com a marca dos homens de frente:

- A defesa está comportando bem, não está tomando gols. Nós da frente precisamos fazer para ajudar a equipe – admite Jorge Henrique.

Para conseguir o resultado positivo, o meia-atacante aposta no faro de gols de Leandro Damião. O camisa 9 teve um Brasileirão irregular. Em 25 partidas, anotou apenas cinco tentos. Seu último foi no dia 27 de outubro, quando marcou aos 32 minutos do primeiro tempo, na derrota por 3 a 2 para o São Paulo.

No mesmo embate, sofreu uma lesão na coxa direita. Desfalcou o time por quatro partidas, até retornar diante do Coxa. Com os dois jogos disputados, está há 221 minutos sem marcar.  Para Jorge Henrique, é apenas uma fase:

- Eu lembro muito bem. O Damião sempre foi artilheiro da equipe. Sempre acompanhei. Infelizmente é um momento. A bola não entra.

O Inter está em 14º no Brasileirão com 47 pontos. O Vasco, 17º e primeiro na zona de rebaixamento, soma 44. Para ficar na elite do Brasileirão, no entanto, o Colorado não precisa nem vencer a Macaca. Um empate já basta para seguir sem depender de resultados paralelos.
O rebaixamento só ocorre com uma derrota combinada com ao menos um empate do Criciúma com o Botafogo e vitórias de Coritiba e Vasco sobre São Paulo e Atlético-PR, respectivamente.
A partida decisiva contra a Ponte Preta será disputada neste domingo, às 17h, no Centenário, em Caxias do Sul.

Nenhum comentário: