segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

- Atualizado em

BRio fecha parceria com empresa de Eike para explorar áreas do Beira-Rio

Parte nobre, com preças mais elevados, será chamado de Beira-Rio Premier Club e terá participação da IMX, do empresário Eike Batista

Por Porto Alegre
9 comentários
Projeção da reabertura do Beira-Rio (Foto: Hype / Reprodução )Beira-Rio terá capacidade para 51.300 torcedores
(Foto: Hype / Reprodução )
A BRio - da Sociedade de Propósito Específico (SPE) Holding Beira-Rio S/A - e a IMX - braço de entretenimento e esportes das empresas de Eike Batista - firmaram uma parceria para comercializar e gerir os produtos de suas áreas no Beira-Rio. Ela cuidará da parte nobre do estádio, que será chamada de Beira-Rio Premier Club. A gestão da casa colorada, entretanto, não será alterada. Permanecerá com o Inter.

- Estamos finalizando a questão da hospitalidade. A IMX será nossa parceira como é no Maracanã. Ela nos ajudará na comercialização das áreas, mas a gestão seguirá do estádio com o Inter. Ele é soberano - garante o executivo chefe (CEO) da BRio Marcelo Flores.

A BRio cuida de 5 mil assentos VIPs, 55 skyboxes e 66 camarotes (quatro são do clube gaúcho). Os sócios começarão a ser chamados a partir do dia 14 de dezembro para a escolha dos lugares no estádio, como nas áreas de incluindo as áreas geridas pela SPE. O Beira-Rio Premier Club será lançado nesta época.

- O direito de escolha dá o direito de escolher em todas as áreas, ele vai poder escolher na área do Inter, ou na área VIP. O sócio é a prioridade, é o nosso grande patrimônio - avisa.
>>> Confira o site especial do novo Beira-Rio

Flores explicou o motivo pela escolha da IMX. O fato de eles conseguirem captar grandes eventos foi a grande atração. Eles têm em seu portfólio o Rock in Rio, o Cirque du Soleil e trouxeram os jogos da NBA para o Brasil.

- A empresa gera muito conteúdo. Pode trazer o UFC, um jogo da NBA, um grande show.
O Beira-Rio atualmente tem 92% de suas obras concluídas. A previsão é de que seja entregue no dia 31 de dezembro, para que o Inter volte a jogar no estádio já no Gauchão. Inicialmente, o clube testará e não abrirá para toda a capacidade (51.300). A direção liberará públicos em torno de 20 mil para ver como está o estádio, que crescerá gradativamente.
Confira as notícias do esporte gaúcho no globoesporte.com/rs

Nenhum comentário: