domingo, 29 de setembro de 2013

Vai melhorar?29/09/2013 | 21h24

Dunga vê acerto em mudanças no time e mostra otimismo no futuro do Inter: "Vai ser diferente"

Técnico lamentou o fato de a equipe sofrer novamente gols no começo do jogo e viu partida equilibrado até o segungo gol cruzeirense

Enviar para um amigo

 
Dunga vê acerto em mudanças no time e mostra otimismo no futuro do Inter: "Vai ser diferente" Fernando Gomes/Agencia RBS
Dunga e o Inter somaram a terceira derrota seguida no Campeonato Brasileiro Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS
Time novo, resultado velho. Dunga promoveu muitas mudanças na equipe colorada, mas não conseguiu evitar a terceira derrota seguida do time no Campeonato Brasileiro. Como de praxe, o pós-jogo foi de muitas explicações.
CRÔNICA: Inter leva 2 a 1 do Cruzeiro no Vale e soma a 3ª derrota seguida no BrasileirãoMINUTO A MINUTO: Relembre os lances de Inter 1x2 Cruzeiro
As trocas, deixando jogadores como Forlán e Leandro Damião, o treinador justificou através da busca por mais velocidade, com Otávio e Caio iniciando o jogo.
— O resultado não nos agrada. Jogamos de igual para igual, mas futebol acontece. Colocamos dois jogadores de velocidade, eles recompõe bem o meio-campo. Optamos pela velocidade — disse. — Os titulares tínhamos no início do campeonato, depois tem que ir modificando. Jogadores que não estão em um bom momento. Hoje tentamos com maior velocidade na frente para surpreendê-los e as coisas estavam andando bem — completou.
O bom aproveitamento do Cruzeiro nas jogadas de ataque foi algo lamentado pelo comandante.
— Eles foram três vezes no nosso gol e fizeram dois gols. Primeiro tempo de intensidade enorme, e até o segundo gol do Cruzeiro estava equilibrado — disse. — Inter não caiu de produtividade, mas era difícil manter a intensidade nos 90 minutos. Eles fizeram o gol e conseguiram controlar o jogo. Tentamos um homem de área, mas não deu resultado — completou.
Apesar dos fracassos em sequência, Dunga mantém o otimismo quanto ao futuro do time. No entanto, evita projetar a Copa do Brasil, a competição que pode levar o Inter para a Libertadores.
— A angústia é porque criamos chances, o adversário vai três vezes e faz dois gols. Isso não nos deixa tranquilo. Isso vai ter que mudar — afirmou. — Daqui um mês muita coisa, pode mudar. Se você ver as oportunidades de gol, jogamos de igual para igual. Um mês é tempo demais, tenho certeza que daqui um mês tudo vai ser diferente — emendou.
Confira outras respostas do treinador:
Vaias da torcidaO torcedor tem direito de se expressar, queria ganhar. Quando um adversário como o Cruzeiro está em vantagem, você não consegue pressionar muito.
Gols sofridos no começo do jogoTem que ter solução, é acaso, mas tem que ter solução. Não pode sempre sair atrás do resultado, mas isso vai passar
Má fase de DamiãoNesse momento tem que dar tranquilidade ao jogador, a ansiedade acaba atrapalhando. Não só ele, mas o grupo tem que dar tranquilidade. Ele teve lesão e voltou e jogou o tempo todo.
Falta de tempo para treinarNão tem tempo para treinar, repetir a jogada e o posicionamento. Vamos treinar de manhã e já viajamos no outro dia. Não tem como detalhar o treinamento.

Nenhum comentário: