sexta-feira, 27 de setembro de 2013

- Atualizado em

Dunga elogia evolução e postura no segundo tempo: 'Jogamos com brio'

Treinador justifica saída de Josimar e Leandro Damião por maior mobilidade ao time colorado no 1 a 1 contra o Atlético-PR, no Estádio do Vale

Por Novo Hamburgo, RS
6 comentários
Mais uma vez, o Inter saiu atrás em uma partida. Na noite desta quinta-feira, o Atlético-PR abriu o placar com Paulo Baier e só não venceu graças a gol salvador de Otávio, nos instantes finais do confronto, no Estádio do Vale. Resultado final: 1 a 1, pelo jogo de ida das quartas da Copa do Brasil. Na entrevista coletiva, logo depois da partida, Dunga preferiu valorizar a reação na segunda etapa do que o resultado em si. Para o comandante, a equipe colorada teve “brio” para crescer e pelo menos igualar o placar. Por outro lado, o comandante lamentou as chances desperdiçadas.
- No primeiro tempo, eles fizeram gol com quatro minutos. Não conseguimos chegar. Já no segundo, tivemos dez chances e eles só tiveram uma de bola parada. Foram dois momentos distintos. O torcedor tem que reconhecer que jogamos com brio, sem se entregar – avalia o treinador.
Na análise de Dunga, o Inter só conseguiu crescer no momento em que reduziu a ‘ansiedade’. E para o treinador, isso tem a ver diretamente com o fato de ter sofrido o gol de forma rápida.
- Sair na frente dá mais tranquilidade para se trabalhar a bola. No segundo tempo, diminuímos a ansiedade e conseguimos melhorar. Não é só o desgaste físico, mas também o psicológico - comenta.
O Inter só cresceu em campo a partir das modificações no intervalo. O time retornou a campo com Otávio e Scocco nas vagas de Josimar e Leandro Damião. No final, Caio substituiu Diego Forlán. Segundo o treinador, o objetivo das mudanças foi o de acrescentar “velocidade”.
- A equipe deles é rápida. Por isso, puxei o Jorge Henrique, que também tem velocidade e boa marcação, para trás. O Scocco dá mais mobilidade e o Otávio tem o drible. Estávamos tendo dificuldade na movimentação - explica.
Inter e Atlético-PR farão o confronto de volta somente em 23 de outubro, no estádio Durival de Britto. Antes, no entanto, as equipe se vira para o Brasileirão e tem a difícil missão de encarar o líder Cruzeiro, novamente no Vale.
  •  
Dunga após o empate contra o Atlético-PR (Foto: Tomas Hammes / GLOBOESPORTE.COM)Dunga após o empate contra o Atlético-PR (Foto: Tomas Hammes / GLOBOESPORTE.COM)

Nenhum comentário: