quarta-feira, 10 de julho de 2013

10/07/2013 17h20 - Atualizado em 10/07/2013 17h37

Em estreia, Fred marca duas vezes,
e Shakhtar é campeão da Supercopa

Ex-meia do Inter brilha em seu primeiro jogo pelo novo clube e é o destaque na vitória sobre o Chornomorets Odessa por 3 a 1. Taison também faz gol

Por GLOBOESPORTE.COM Odessa, Ucrânia
79 comentários
Bastaram 33 minutos para Fred deixar uma boa impressão no Shakhtar. Em sua estreia, o ex-meia do Internacional marcou duas vezes e foi o destaque na vitória de sua nova equipe sobre o Chornomorets Odessa por 3 a 1, pela Supercopa da Ucrânia. O também brasileiro Taison, outro criado no Colorado, completou o placar, enquanto Antonov diminuiu.
Para completar a festa, o Shakhtar chegou à sua quinta conquista da Supercopa, garantindo de forma definitiva a posse do atual troféu da competição. Antes, a equipe havia vencido o torneio em 2005, 2008, 2010 e 2012.
Comemoração do Shakhtar contra o Chornomorets  (Foto: Divulgação / Shakthar Donetsk)Fred festeja seu primeiro gol com a camisa do Shakhtar (Foto: Divulgação / Shakthar Donetsk)
Como conseguiu a dobradinha na temporada anterior, o Shakhtar enfrentou justamente sua vítima na última edição da Copa. Na ocasião, o time venceu o Chornomorets por 3 a 0, também com gols brasileiros: Fernandinho, hoje no Manchester City, Alex Teixeira e Taison marcaram.
Desta vez, quem brilhou foi Fred. Contratado em junho por € 15 milhões (R$ 43 milhões), ele logo tratou de recompensar seu novo time. Aos 17 minutos, o meia recebeu passe de Taison na direita, cortou para dentro e bateu de canhota, no cantinho, para abrir o placar. Aos 33, o brasileiro voltou a balançar as redes, ao completar o cruzamento rasteiro de Rakitskiy.
Aos 46 do primeiro tempo, o Chornomorets ainda ensaiou uma reação. Vangjeli cruzou da direita, e Antonov, livre, cabeceou para o gol, reduzindo a vantagem do Shakhtar, que contou ainda com os brasileiros Alex Teixeira, Douglas Costa e Luiz Adriano entre os titulares. Outros dois reforços recentes, o volante Fernando, ex-Grêmio, e o atacante Wellington Nem, ex-Fluminense, não foram relacionados.
Na segunda etapa, o abismo técnico entre os atuais campeões ucranianos e o adversário se fez valer. O Shakhtar continuou administrando a vantagem, sendo pouco incomodado. Por fim, veio o gol final. De pênalti, Taison ampliou o placar e sacramentou a vitória e mais um título para a equipe mais brasileira da Ucrânia.

Nenhum comentário: