segunda-feira, 24 de junho de 2013


24/06/2013 17h26 - Atualizado em 24/06/2013 18h09

Inter 'se retira' da negociação por Adriano Imperador, diz dirigente

De acordo com diretor Luís Cesar Souto de Moura, o atacante precisaria de
um longo tempo de recuperação. 'Acabo frustrado com este desfecho', diz

Por Tomás Hammes Porto Alegre
425 comentários
Adriano se despedindo do Flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)Adriano seguirá sem clube, após desacerto
(Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)
O Inter tirou seu time de campo. De acordo com o diretor de futebol Luís César Souto de Moura, o clube gaúcho desistiu "neste momento" da contratação de Adriano Imperador. E dois motivos foram fundamentais para que a negociação, quase definida, acabasse rechaçada: demora de acerto financeiro entre as partes envolvidas e o tempo que o centroavante precisaria para se recuperar, já que não atua há mais de um ano.
- O Internacional se retira da negociação pelo Adriano - informou o dirigente, em contato com o GLOBOESPORTE.COM.
O dirigente explicou os motivos do recuo colorado. Primeiro: o tempo necessitado para o centroavante ficar à disposição de Dunga era mais do que se poderia aguardar. Além disso, uma pendência financeira entre as partes envolvidas travou a negociação:
- Serei sucinto. Em primeiro lugar, ainda não há um acerto entre todas partes envolvidas, e isso estava se prolongando. Em segundo, a avaliação realizada pelos nossos médicos mostra que seria demandado um tempo que o Internacional não pode esperar.
Souto de Moura não especificou o período necessário para a recuperação do Imperador. Revelou que conversou superficialmente com o diretor médico Paulo Rabello - um detalhamento deve ser repassado nesta terça-feira. No entanto, não escondeu a tristeza pelo desfecho das tratativas:
- Eu estava muito otimista. Acabo um pouco frustrado com este desfecho.

Adriano estava otimista com o acerto
O otimismo não se restringia ao Inter. Tanto que, no início da tarde, Adriano deixou cheio de entusiasmo uma clínica do Rio de Janeiro após uma bateria de exames com Rabello e o fisiologista Luiz Crescente, enviados especialmente para comprovar o estado físico do atleta. À reportagem do GLOBOESPORTE.COM, o Imperador afirmou:
- Claro que estou animado. Fiz todos os exames que precisava fazer e agora estou esperando uma ligação para viajar a Porto Alegre. Não vejo a hora.
Foi exatamente essa sessão de exames que culminou na desistência da direção, que iria firmar com o jogador um contrato de risco, que incluiria bônus por produtividade.
O centroavante não atua desde o dia 4 de março de 2012, quando defendeu o Corinthians na derrota por 1 a 0 para o Santos. O Inter seria seu oitavo clube.  Além do Timão, o Imperador, que foi revelado pelo Flamengo e onde teve três passagens - a segunda quando conquistou o Brasileirão e a terceira, quando não chegou a atuar -, ainda defendeu Inter de Milão, Fiorentina, Parma, São Paulo e Roma.

Nenhum comentário: