domingo, 2 de junho de 2013


02/06/2013 17h33 - Atualizado em 02/06/2013 

Com Inter forte, Timão espera definir saída de Jorge Henrique até terça

Com propostas na mesa e preferência por transferência definitiva, clube quer acertar situação no início da semana. Colorado é o favorito

Por Diego Ribeiro São Paulo
75 comentários
Jorge Henrique (Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians)Jorge Henrique: Inter é o favorito para tirá-lo do
Timão (Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians)
O Corinthians espera definir o destino do atacante Jorge Henrique no início desta semana, entre segunda e terça-feira. Afastado do elenco principal há três semanas, ele recebeu propostas de outros clubes e aguarda uma nova reunião entre a diretoria alvinegra e seu empresário, Roberto Gomes. O Internacional aparece como o favorito na briga pelo jogador.
Em reunião na semana passada, o empresário de Jorge Henrique levou propostas de outros clubes grandes e médios do futebol brasileiro. O Corinthians não queria liberá-lo para um possível rival na luta pelo título nacional, apenas para equipes com objetivos menores na competição – caso do Bahia, por exemplo.
- Vamos resolver isso nos próximos dias, é questão de ver o que é melhor para o Corinthians, em termos financeiros, e para o jogador – afirmou o diretor de futebol Roberto de Andrade.
Recentemente, o Vasco fez uma sondagem para ter Jorge Henrique por empréstimo, mas os valores pedidos pelo Timão foram altos – cerca de R$ 1,5 milhão até o fim do ano.
O Corinthians prefere liberá-lo de forma definitiva, para que não haja mais vínculo com o clube e o valor arrecadado seja maior.
Jorge Henrique foi afastado depois que mentiu sobre o motivo da falta a um treino, na véspera da semifinal do Campeonato Paulista contra o São Paulo. Na ocasião, ele afirmou que seu filho estava doente e que passou a noite com ele no hospital. Dias depois, a comissão técnica descobriu que se tratava de uma mentira.
- Não tem mais o que falar desse caso, o Jorge vai seguir o rumo dele, esperamos que tenha felicidade, mas o ciclo dele se encerrou – afirmou Cleber Xavier, auxiliar do técnico Tite.

Nenhum comentário: