segunda-feira, 22 de abril de 2013

22/04/2013 16h51 - Atualizado em 22/04/2013

Inter minimiza Dátolo fora até do banco e reforça confiança no meia

Clube entende que meia precisa de mais tempo para readquirir forma física

Por Tomás Hammes Porto Alegre
12 comentários
dátolo treino inter (Foto: Alexandre Lops/Divulgação Inter)Dátolo tem 38 jogos pelo Inter com 10 gols
(Foto: Alexandre Lops/Divulgação Inter)
Causou estranheza no último domingo. Dátolo fora do banco. Seria o indício de que o argentino estaria sem espaço no Beira-Rio? Não. Apenas uma opção para enfrentar o bloqueio do Lajeadense em busca da vaga às semifinais da Taça Farroupilha – segundo turno do Gauchão. No clube, há o máximo de cuidado para que ele não passe mais por problemas clínicos e a calma é um dos passos para não apressar nada.

O Inter mantém a confiança no futebol do meia, que terminou o estadual de 2012 eleito o melhor jogador da competição. Direção e comissão técnica entendem que Dátolo requer mais tempo para alcançar a plenitude de sua forma física e voltar a ser o jogador que os colorados conheceram.

- O Dátolo só precisa um pouco mais de ritmo. Ele vai reencontrar aquele futebol. É um bom jogador. Ontem, a gente precisava furar o bloqueio defensivo. O Dátolo cadencia mais o jogo – avalia o diretor de futebol Marcelo Medeiros ao GLOBOESPORTE.COM.

A dúvida cresceu ainda mais após o suposto interesse colorado em Braian Rodriguez, atacante do Huachipato. O presidente Giovanni Luigi, chegou a comentar que o jogador "foi analisado". Caso a negociação fosse levada adiante, ou o Inter voltaria a sofrer com o excesso de estrangeiros no grupo, algo que tanto o atormentou no ano passado, ou precisaria se desfazer de um. Como D’Alessandro e Diego Forlán são os dois protagonistas da equipe, o preterido seria Dátolo. No entanto, o uruguaio não encabeça a lista de preferências para o ataque.
O meia iniciou o ano como titular de Dunga. No entanto, sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda no jogo contra o Pelotas – vitória por 3 a 0 –, no dia 2 de fevereiro. Voltou ao time no dia 21 de março, quando entrou na vaga de Airton diante do São Luiz (triunfo por 2 a 1).
Ainda recebeu mais cinco oportunidades, mas ficou aquém das expectativas. Acabou perdendo o lugar na equipe para Fred. O próprio argentino, em recente entrevista coletiva, admitiu que estava atrás de ritmo de jogo.
- Estou em um bom caminho. Comecei bem, depois sofri uma lesão, o que não esperava. Estou voltando a pegar ritmo de jogo.
No segundo semestre de 2012, acabou preterido por Fernandão pelo excesso de estrangeiros no grupo (naquela época, o Inter contava com cinco e apenas três podem ser relacionados em partidas nacionais). O último gol do meia foi em 26 de maio do ano passado, quando marcou no empate do Inter em 3 a 3 com o Flamengo (única vez em que Airton, atual volante colorado, marcou pelos cariocas).
O Inter torce para que Dátolo volte a ser aquele jogador do primeiro semestre de 2012. Ele soma 38 jogos, com 10 gols pelo clube.

Nenhum comentário: