quinta-feira, 14 de março de 2013


14/03/2013 19h24 - Atualizado em 14/03/2013 20h05

Ídolo do Inter, Damião se derrete a D'Alessandro e Forlán: 'São craques'

Centroavante entende que dupla de gringos é o espelho a ser trilhado pelos outros atletas do clube gaúcho

Por GLOBOESPORTE.COM Porto Alegre
18 comentários
Damião e Forlan, Botafogo x Internacional (Foto: Agência Reuters)Damião e Forlán formam dupla de ataque do Inter
(Foto: Agência Reuters)
Quem acredita que idolatria se resume às arquibancadas está enganado. Não é raro ver um jogador demonstrar admiração por este ou aquele outro. No Beira-Rio, essa situação acontece entre pessoas do clube. E não atinge apenas os garotos os atletas sem expressão no contexto. Ela pega também protagonistas.
Um deles é Leandro Damião. O centroavante é umas das principais armas do Inter. Além disso, o camisa 9 tem passagens pela Seleção. Para completar, é um dos mais valorizados atletas do plantel, sempre alvo de assédios dos milionários clubes europeus. Pensa que isso o deslumbra? Que nada. O artilheiro se enche de entusiasmo ao falar de D’Alessandro e Diego Forlán e os têm como exemplos:
- O D’Ale e o Forlán são craques. Em qualquer jogo eles podem decidir. Nós que não temos tanta história temos que trabalhar bastante para chegar ao nível deles - afirmou em entrevista à Rádio Gaúcha.
A dupla de gringos, aliás, tem sido a condutora da equipe neste início de 2013. Após os primeiros seis meses irregulares, Forlán parece, enfim, adaptado a Porto Alegre. O uruguaio, aos poucos, repete o futebol que o consagrou na Europa e o deu o título de melhor jogador da Copa do Mundo de 2010.
D'Alessandro e Damião com a Taça Piratini (Foto: Alexandre Lops/Divulgação, Inter)Damião reconhece importância do talento de D'Ale no Inter (Foto: Alexandre Lops/Divulgação, Inter)
É o principal artilheiro do Colorado e o goleador do Gauchão, com seis gols em sete partidas disputadas. E o experiente atacante mostra a razão de Damião o tê-lo como espelho. Após os treinos, Forlán aprimora as jogadas de ataque, com dribles e finalizações. Some-se a isso o seu posicionamento. O uruguaio analisa que agora atua como em seus tempos de Villarreal, da Espanha, time que defendeu entre 2004 e 2007 e o auferiu sua primeira Chuteira de Ouro por ser o principal artilheiro da Europa na temporada 2004/2005.
- Fizemos uma boa pré-temporada e isso me ajudou a marcar gols. O grupo é bom e está crescendo. Estou jogando como atacante. Voltei às origens, como jogava no Villarreal. No Atlético de Madrid, atuava um pouco mais recuado – disse à Rádio Marca, da Espanha.
Forlán também rasga elogios ao parceiro de frente. Celebra a força de Damião e o faro de gols do centroavante. Ainda ressalta a pouca idade (23) e o assédio constante pelo qual passa o camisa 9.
- É um atacante forte, que faz muitos gols. É jovem. Várias equipes da Itália, Espanha e Inglaterra já manifestaram interesse em contratá-lo. É um grande jogador.
Para completar, D’Ale, que sofreu em 2012 com a falta de sequência pelos problemas musculares, reassumiu a condição de expoente técnico do Inter, ditando o ritmo da equipe e municiando a dupla de ataque. Amigo de Dunga e mantido como capitão, parece mais motivado e virou o grande líder do grupo.
A torcida espera que Damião esteja certo e a dupla siga nesta toada. E com ele de volta aos grandes tempos, com sua presença de área e os gols em série.

Nenhum comentário: