quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013


21/02/2013 13h49 - Atualizado em 21/02/2013 

D'Ale elogia rival, mas vê sequência como trunfo: 'Temos entrosamento'

Argentino viu o jogo do time de Luxa contra o Fluminense e enalteceu segundo tempo da equipe

Por Tomás Hammes Porto Alegre
134 comentários
Apesar de embalado, o Grêmio não entra como favorito para o Gre-Nal deste domingo, às 16h, no Centenário em Caxias. O conhecimento do grupo, que está jogando junto desde o início da temporada, além de manter a base do ano anterior, surge como trunfo para o Inter vencer o clássico válido pelas quartas de final da Taça Piratini – primeiro turno do Gauchão. Pelo menos essa é a opinião de D’Alessandro.
D'Alessandro meia Inter (Foto: Rafael Antoniutti / Divulgação TXT Assessoria)D'Alessandro falou sobre sua expectativa para o Gre-Nal (Foto: Rafael Antoniutti / Divulgação TXT Assessoria)
O argentino comentou sobre o que espera do time de Vanderlei Luxemburgo para o duelo deste final de semana. O camisa 10 enalteceu as contratações realizadas pela direção tricolor nesta temporada, que, segundo ele, agregaram qualidade ao grupo. Porém, o capitão colorado acredita que a falta de entrosamento do rival pode pesar. Os reforços Barcos, André Santos, Welliton e Adriano - que se somaram a Vargas, Cris, Dida, Willian José como principais novidades – ainda carecem de mais tempo juntos. Justamente o ponto principal colorado. Mesmo com as perdas dos lesionados Willians e Dátolo, El Cabezón avalia que a mecânica de jogo foi mantida:
- Não acredito que o Grêmio tenha melhores jogadores (do que o Inter). Não faço comparação individual porque não cabe. Você faz isso no tênis, que se joga sozinho. O elenco deles é muito bom. Fizeram contratações de qualidade, além do que já tinha. Só que acho o Inter um pouco mais entrosado porque teve mais sequência. A gente perdeu o Willians e o Dátolo, mas quem entrou deu conta do recado.
D’Ale disse que assistiu ao confronto gremista com o Fluminense na noite da última quarta-feira. O argentino entendeu que era importante conhecer as armas do rival e elogiou o rendimento tricolor na vitória por 3 a 0 sobre o atual campeão brasileiro em pleno Engenhão.
- Eu vi o Luxa falar que o Grêmio não é melhor porque ganhou do Fluminense nem pior porque perdeu do Huachipato. Vi o jogo, é nosso rival e é importante conhecer o adversário. O Fluminense foi muito abaixo. Eles reconheceram. Mas é bom dizer que o Grêmio teve méritos, foi inteligente, fez um segundo tempo muito bom e soube aproveitou os espaços. A gente viu o que tem que cuidar.

Para D'Alessandro, mesmo que o Grêmio não tivesse se encontrado e sofrido nova derrota, entraria no clássico com as mesmas chances ou até mais motivado para dar uma resposta ao torcedor.
- O Gre-Nal é diferente. Você não ganha com a moral. É outra competição agora. Se tivesse perdido, acho que viria com ainda mais força porque estariam em uma situação distinta. para a gente segue tudo igual, não muda nada. Mas é claro que serve para eles trabalharem com mais tranquilidade.
O Inter viaja na noite desta quinta-feira para Caxias. Na sexta à tarde, realiza um treinamento no Centenário, local do jogo. No sábado, trabalha em local a ser definido.

Nenhum comentário: