terça-feira, 22 de janeiro de 2013


22/01/2013 20h07 - Atualizado em 22/01/2013 20h20

Agente de Carlos Eduardo espera por definição até quinta: Fla mais próximo

Presidente Giovanni Luigi colocou o Inter na disputa. No Twitter, jogador disse que já sabe onde atuará nos próximos 18 meses

Por Diego Guichard e Richard Souza Bento Gonçalves, RS, e Rio de Janeiro
15 comentários
Carlos Eduardo desembarque (Foto: Diego Ribeiro/Globoesporte.com)Carlos Eduardo diz que já definiu o futuro. Falta
anunciar (Foto: Diego Ribeiro/Globoesporte.com)
A novela Carlos Eduardo está próxima do fim. Entre Flamengo e Inter, o meia está mais próximo da Gávea. A tendência é de que o futuro do jogador seja definido e anunciado até quinta-feira, de acordo com o empresário Jorge Machado.
- O jogador tem uma preferência. No momento em que definir aqui, mandaremos para o Rubin. Esperamos que isso se defina até quinta-feira – explicou Machado.
No fim da tarde desta terça, o meia usou o Twitter para dizer que seu futuro foi definido. A mensagem mostra um avanço na negociação. Nesse caso, o clube provável indica-se o Flamengo.

- Estou muito feliz!!!!! Já decidi o clube que defenderei pelos próximos 18 meses. Agora são apenas questões de papéis. Mas já tá decidido! - postou.
Na última semana, Carlos Eduardo conseguiu a liberação junto ao Kubin Kazan. A lógica funciona assim: renova com os russos por dois anos e é emprestado para um clube brasileiro por uma temporada e meia, somente com o pagamento dos salários.
- Não tem nada de leilão. Depois que o Carlos Eduardo conseguiu esse acordo, entrei em contato com os clubes que haviam ligado para especular e mostrar interesse. Passei o mínimo que é esperado, e alguns clubes desistiram. Hoje, o Flamengo é aquele que mais se aproximou – acrescentou o agente.
O Inter conta com o trunfo da cidade de Porto Alegre, onde o atleta já demonstrou interesse em atuar. Já a direção do Flamengo alega estar em fase de troca de documentação.
- O Flamengo não sai da sua postura. O Flamengo tem uma política e não vai sair disso. Temos que ter calma – comentou o diretor de futebol Paulo Pelaipe.

Nenhum comentário: