quinta-feira, 24 de janeiro de 2013


22/01/2013 12h00 - Atualizado em 22/01/2013 12h00

Samba do Império da Zona Norte começou a ser pensado em 2006

Ideia foi do irmão do atual presidente da escola e ex-conselheiro do Inter.
Vitorio Piffero e Fernando Carvalho serão homenageados pela escola.

Jessica MelloDo G1 RS
Comente agora
Império da Zona Norte contará também início da história do futebol (Foto: Jessica Mello/G1)Império da Zona Norte contará também início da história do futebol (Foto: Jessica Mello/G1)
Normalmente, os samba-enredos das escolas de samba começam a ser pensados bem antes do carnaval começar. Alguns, até anos antes. Mas, no caso da Império da Zona Norte, o tema de 2013 começou a surgir na mente dos diretores há quase sete anos, quando o Internacional levantava a taça da Copa Libertadores, em 2006.
A ideia foi do ex-presidente da escola e ex-conselheiro do Inter, Antônio Adair Moraes, o Daio. O irmão do atual presidente do Império morreu no final de setembro de 2011, devido a problemas cardíacos, antes de ver o seu time do coração brilhar novamente na avenida do Complexo Cultural do Porto Seco. Diferente do samba-enredo que conquistou o título do carnaval de 2009 com a Imperadores do Samba, o Império não falará sobre o clube. Pelos menos, não diretamente.
Quando comemorava o título da Libertadores de 2006, Daio pensou pela primeira vez que sua escola deveria homenagear o presidente que fez aquela conquista possível. Na época, era Fernando Carvalho. Os anos foram passando sem que o pensamento se concretizasse. Um Mundial de Clubes veio no final daquele ano, uma nova Libertadores chegou em 2010. Vitorio Piffero, desta vez, comandava o Inter. Um novo presidente chegou para a gestão colorada e, enfim, em 2013, os anteriores serão homenageados.
Antonio Ademir de Moraes, o Urso, presidente da Império (Foto: Jessica Mello/G1)Antonio Ademir de Moraes, o Urso, presidente da
Império (Foto: Jessica Mello/G1)
"Esse é um bom enredo. Conciliamos os dois nomes tão importantes na história do Internacional, com o futebol de Rio Grande do Sul, Brasil e resto do mundo", diz o presidente Antonio Ademir de Moraes, o Urso.
Antes de chegar à história de Carvalho e  Piffero, o Império contará as origens do futebol brasileiro, as heranças vindas da Inglaterra e a construção do nosso DNA esportivo. Além disso, as alas falarão sobre momentos históricos do Inter, como a fase do Rolo Compressor, a conquista do octacampeonato gaúcho e a chegada aos 100 mil sócios, assim como os 100 anos de existência. Confira a galeria de fotos da preparação da escola e veja o barracão repleto de referências ao futebol.
Os dois ex-dirigentes colorados passarão pelo Porto Seco em cima de um carro alegórico todo decorado em vermelho, com a taça do Mundial e uma bola gigante dividida com um mundo pintado da mesma cor. Jogadores que participaram das conquistas também estão sendo convidados, mas nenhum confirmado até o momento.
"Os próprios Carvalho e Piffero estão buscando os atletas para desfilar com a gente, mas não sabemos de nada ao certo ainda", conta Urso.
  •  
Carro alegórico todo em vermelho levará os ex-presidentes do Inter (Foto: Jessica Mello/G1)Carro alegórico todo em vermelho levará os ex-presidentes do Inter (Foto: Jessica Mello/G1)
Faltando poucos dias para o carnaval, as escolas de samba correm para deixar tudo pronto. No caso do Império, o presidente acredita que estão atrasados na finalização do material. Tomando como parâmetro a própria escola, que sempre busca se antecipar. "Ficamos apreensivos porque tem que ficar tudo pronto a tempo. Mas três dos nosso carros alegóricos já estão prontos, falta apenas o quarto, que retrata a Copa do Mundo em Porto Alegre e a reforma do Beira-Rio", explica.

Nenhum comentário: