quinta-feira, 25 de outubro de 2012


25/10/2012 17h11 - Atualizado em 25/10/2012 17h19

Com mais de 500 operários, reforma do Beira-Rio acelera e chega a 40%

Empreiteira planeja duplicar quadro de funcionários até o final do ano

Por GLOBOESPORTE.COMPorto Alegre
55 comentários
Em ritmo progressivo, a reforma do Estádio Beira-Rio vai cada vez mais se moldando ao que será visto durante a Copa do Mundo de 2014. E nesta quarta-feira, a construtora Andrade Gutierrez publicou comunicado em veículos de comunicação comemorando ter ultrapassado a marca de 40% das obras concluídas.
- As obras de modernização do Estádio Beira-Rio estão cada vez mais aceleradas. Dentro do cronograma planejado e seguido pela Andrade Gutierrez, 40% da obra já está concluída. E vem muito mais qualidade e tecnologia por aí – publicou a AG, em nota oficial.
Obras no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (Foto: Inter, DVG)Arquibancadas do Beira-Rio começam a ganhar forma (Foto: Inter, Divulgação)
Hoje, são mais de 500 trabalhadores operando no estádio, sendo que o objetivo é o de duplicar esse número até o final do ano. A empreiteira divulgou em outubro o anúncio de 310 novas vagas.
A reforma abrange praticamente todos os setores. Enquanto 100% das arquibancadas inferiores estão em obras, as superiores estão em fase de “lapidação” para receberem cadeiras no futuro. Em dezembro, o estádio começará a receber a nova cobertura, que está sendo construída por uma empresa situada em Nova Bassano, localizada na região nordeste do Rio Grande do Sul.
Obras no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (Foto: Inter, DVG)Área externa do Beira-Rio passa por mudança para
a Copa do Mundo de 2014 (Foto: Inter, DVG)
Ainda não há um período definido para a migração dos jogos e nem qual estádio será utilizado enquanto o Beira-Rio estiver parado. No entanto, em 29 de novembro, depois de encerrar o calendário do clube na frente da torcida, o estádio fechará por período indeterminado.
O Beira-Rio tem sua reforma orçada em R$ 330 milhões. Como o estado não receberá jogos da Copa das Confederações, em junho de 2013, o prazo de finalização das obras em dezembro.

Nenhum comentário: