sábado, 13 de outubro de 2012


13/10/2012 07h05 - Atualizado em 13/10/2012 07h05

Do inferno ao céu: atrás de milagre, Atlético-GO recebe Inter embalado

Partida ocorre neste sábado, às 18h30m, no Serra Dourada

Por GLOBOESPORTE.COMGoiânia
2 comentários
Dagoberto Internacional x Atlético-GO (Foto: Wesley Santos / Ag. Estado)Atlético-GO e Inter duelam no Serra Dourada
(Foto: Wesley Santos / Ag. Estado)
Um está praticamente afundado no inferno. O outro, depois de tantas provações, já consegue visualizar um pedacinho do céu. O primeiro é o Atlético-GO, que não vence há quatro jogos e só se ampara na matemática para seguir com chances de permanecer na Série A do Brasileirão. O segundo é o Inter, mais do que motivado para lutar pelo G-4 após a imponente vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-MG. Assim, se vislumbra o panorama do embate da noite deste sábado, às 18h30m (de Brasília), no Serra Dourada, pela 30ª rodada da competição.
Curiosamente, o Atlético-GO surfa numa expressão que criou forte turbulência no Beira-Rio:  "zona de conforto". A tensão vivida durante a Série A foi digerida com a péssima campanha e com a certeza do rebaixamento. Com apenas 20 pontos em 29 rodadas, os próprios atletas admitem que evitar a queda para a Segundona é impossível. Por isso, eles esperam jogar com dignidade até o fim da competição e tentar somar o maior número possível de pontos. O clube tentará nas últimas rodadas amenizar, sobretudo, o péssimo retrospecto diante de seu torcedor. No Serra Dourada, o Dragão somou três vitórias, três empates e oito derrotas - pífios 28 % de aproveitamento.
Enquanto isso, os gaúchos esperam, enfim, conquistar uma sequência de vitórias para se aproximar da zona da Libertadores. Em sexto lugar, o time de Fernandão soma 45 pontos, cinco atrás do Vasco, último que estaria garantindo uma vaga ao torneio sul-americano. Para a partida deste sábado, o treinador colorado segue sem Diego Forlán e Leandro Damião. No entanto, Fernandão aposta na boa fase de Fred e de outros garotos. Cassiano é a esperança de gols no ataque. Para segurar o desespero dos mandantes, há o zagueiro Jackson, que terminou o jogo contra o Galo sem cometer nenhuma falta.
O Premiere, no sistema pay-per-view, exibe o jogo para todo o Brasil. O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real, com vídeos exclusivos.

header as escalações 2
Atlético-GO: Mais uma vez Artur Neto faz várias alterações na equipe rubro-negra. A única dúvida é a participação do zagueiro Reniê. Com dores musculares, ele deverá ser substituído por Gustavo, que retorna de suspensão. As outras novidades são Eron e Ricardo Bueno, que também estavam suspensos na última rodada, e entram nas vagas de Bruninho e Patric, respectivamente. O meia Ernandes aprimorou a condição física durante a semana e substitui Alexandre Oliveira. Quem também ganha uma chance é o jovem Mahatma Gandhi, de 20 anos. Revelado nas categorias de base, ele atuará na vaga de Pituca, jogador que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O Atlético-GO está escalado com: Márcio; Adriano, Diego Giaretta, Gustavo (Reniê) e Eron; Dodó, Marino, Mahatma Ghandi e Ernandes; Felipe e Ricardo Bueno.
Inter: O Inter tem apenas uma dúvida. Comissão técnica e departamentos físico e médico definirão se D'Alessandro ficará no banco de reservas ou se começará entre os titulares. O camisa 10 está recuperado de lesão muscular na coxa esquerda, mas há o temor que o gringo sinta novamente e fique mais um longo período afastado dos gramados. Caso El Cabézon não jogue, Dátolo será o seu substituto. Rodrigo Moledo retorna ao time após cumprir suspensão. O Inter atuará com Muriel; Nei, Jackson, Rodrigo Moledo e Kleber; Ygor, Bolatti, Fred e D'Alessandro (Dátolo); Cassiano e Rafael Moura.

quem esta fora (Foto: arte esporte)
Atlético-GO: Pituca recebeu o terceiro cartão amarelo na última rodada e cumpre suspensão. Flagrado no exame antidoping, Bida está suspenso preventivamente pelo STJD. Joilson e Wesley estão com uma lesão muscular na coxa e continuam de fora. Marcos teve uma entorse no joelho. Gabriel, Paulo Henrique, Leonardo e Carlos já se recuperaram de lesões, mas ainda estão em fase de transição para o campo. Adriano Pimenta e Felipe Brisola têm lesões no joelho. O lateral-direito Rafael Cruz já está recuperado de uma pubalgia, mas ainda aprimora a condição física.
Inter: São três ausências por convocações: Leandro Damião, Guiñazu e Forlán, chamados para defender as seleções de Brasil, Argentina e Uruguai, respectivamente. Bolívar, que treinou na última sexta-feira, precisará de mais dez dias para voltar a ser relacionado após a tendinite na coxa direita. Índio segue com dores na virilha, enquanto Juan sofre com indisposição estomacal. Josimar cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo.
header pendurados (Foto: ArteEsporte)
Atlético-GO:  Alexandre Oliveira, Bida, Carlos, Dodó, Patric e Paulo Henrique.
Inter: D'Alessandro, Diego Forlán, Índio e Nei
header o árbitro (Foto: ArteEsporte)
Luiz Flavio de Oliveira (SP) apita a partida, auxiliado por Rodrigo Pereira Joia (Fifa/RJ) e Carolina Romanholi Melo (CE). Luiz Flavio de Oliveira arbitrou oito jogos no Brasileirão, marcou 333 faltas (média de 41,6 por jogo), aplicou 47 amarelos (média de 5,9 por jogo), nenhum vermelho e um pênalti (média de 0,13 por jogo). O campeonato tem média de 5,03 amarelos, 0,28 vermelho, 36,7 faltas e 0,22 pênalti.

header fique de olho 2
Atlético-GO:
 Mahatma Gandhi foi um grande pacifista, que lutou pela independência da Índia estimulando a forma não-violenta de protesto. Com sua luta e coragem, Gandhi ficou famoso em todo planeta e ganhou seguidores e fãs. Um deles era o ex-atacante Heber, campeão brasileiro pelo Grêmio em 1981, que, ao lado da esposa, homenageou o ídolo no nascimento do filho. Aos 20 anos, o volante Mahtama Gandhi, cria das categorias de base do Dragão, fará neste sábado seu primeiro jogo como profissional. Ele entra para ajudar o time e tentar dar tranquilidade ao lanterna do Brasileirão.
Inter: Cassiano. Contratado para um período de testes no time sub-23, o atacante superou as expectativas. Forte fisicamente, virou uma das principais alternativas ofensivas da equipe. Nos últimos dois jogos, deixou sua marca e já tem três gols no Brasileirão. Aos 23 anos, coleciona elogios de Fernandão e já supera o seu companheiro de ataque neste sábado. Recepcionado com festa há dois meses, o He-Man ainda não foi às redes e sofreu com lesões.

header o que eles disseram

Mahatma Gandhi, volante do Atlético-GO: "Sou um cara tranquilo, tentarei passar isso para o grupo. O técnico me passou confiança. Não penso no rebaixamento. Sei que estamos em último, mas é hora de esquecer a classificação para tentar fazer um bom jogo. Vou correr muito para ajudar a equipe a sair com a vitória."
Fernandão, técnico do Inter: “Precisamos ganhar o jogo para só depois pensar no Figueirense. Desde que cheguei, tento trabalhar assim. Acho que é o momento de conseguir a sequência de vitórias. Mas, se a gente achar que vai ser fácil ganhar porque eles estão em último e a vitória aparecerá a qualquer momento, nós não venceremos. Temos que ir dispostos”.
header números e curiosidades
* O Inter nunca perdeu para o Atlético-GO no Brasileirão. Em sete partidas pela competição, os gaúchos saíram com a vitória em quatro oportunidades, empatando em outras três

* O Atlético-GO é o time que mais perdeu no Nacional (ao lado do Palmeiras). Nas 29 partidas, deixou o gramado sem ponto algum em 17 ocasiões. Já o Inter é o time que mais empatou, com 12 igualdades.
* Quem tem vantagem? Confira o histórico no Futpédia
header último confronto v2
Inter e Atlético-GO se enfrentaram pela última vez no dia 22 de julho de 2012. O confronto foi realizado no Beira-Rio e, na ocasião, Fernandão fazia sua estreia como técnico da equipe gaúcha. E iniciou sua trajetória na função com o “pé direito”. Viu seus comandados aplicarem uma goleada de 4 a 1 no Dragão. Elton, Dagoberto, Jajá e Fred marcaram os gols do Inter. Reniê descontou.
 

Nenhum comentário: