terça-feira, 11 de setembro de 2012


11/09/2012 18h45 - Atualizado em 11/09/2012 18h45

Inter aposta na volta e nos números de D'Alessandro para vencer no Rio

Com o camisa 10 em campo, Inter tem 60% de aproveitamento no Brasileirão

Por Tomás HammesPorto Alegre
6 comentários
D'alessandro cobra falta (Foto: Alexandre Lops/Divulgação, Inter)D'Alessandro ainda marcou um gol e deu uma
assistência no Brasileirão (Foto: Alexandre
Lops/Divulgação, Inter)
Se Fernandão não terá Nei e Fabrício – ambos expulsos diante do Fluminense – contra o Botafogo nesta quinta-feira, às 21h, no Engenhão, o técnico do Inter comemora os retornos de Leandro Damião, Guiñazu e Diego Forlán, que estavam a serviço das seleções de Brasil, Argentina e Uruguai, respectivamente. Mas, além do trio, os vermelhos terão em campo a cadência e a inteligência de D'Alessandro. A qualidade do armador é tanta que os colegas admitem: o time é um com ele e outro sem o talento de seu pé esquerdo.
O camisa 10 volta ao time, após cumprir suspensão (ele foi expulso no empate em 1 a 1 com o São Paulo). Se a temporada está marcada por problemas de lesões musculares, o gringo, quando está em campo, segue como o cérebro colorado e o diferencial da equipe atrás da vitória.
No Brasileirão, o argentino tem comprovado sua importância. Em 10 partidas disputadas (das 23 do Colorado), participou da vitória de cinco, além de três empates e dois revezes. Com El Cabézon no time, o Inter apresenta um aproveitamento de 60%, o que colocaria o clube na quarta colocação. Por conhecer bem a importância de D'Ale no time, Fred comemorou a volta do companheiro:
– O D'Ale é experiente, o nosso capitão. Muda muita coisa. O Dátolo jogou bem, mas o D'Ale é o cara que cadencia, que dá o último passe e pensa. É mais fácil jogar com ele. É muito boa a volta dele. Espero que nos ajude.
D'Ale no Brasileirão
10 jogos
5 vitórias
3 empates
2 derrotas
aproveitamento - 60%
A capacidade do camisa 10 esteve à prova, mais uma vez, em seus dois últimos jogos pelo time. Contra o São Paulo, apesar de ter sido expulso, o articulador foi quem iniciou a jogada que culminou com o gol de Dagoberto.
No confronto anterior, diante do Flamengo, D'Alessandro chutou forte na trave. Na sobra, Forlán marcou o terceiro gol colorado. Mas não foi só. O gringo foi quem mais concluiu e acertou passes (seis arremates e 37 passes certos) contra os comandados de Dorival Júnior. Se a qualidade do argentino é nítida, ele ainda agrega confiança aos companheiros, motivando e fazendo com que eles joguem mais:
– D'Alessandro é um craque. Com ele em campo, o time vibra de uma maneira diferente. É um cara que pensa o time, as jogadas. Sempre se pode esperar algo diferente dele – disse Leandro Damião ao final da goleada contra os cariocas.
Pelo Brasileirão, D'Ale ainda deu uma assistência para Oscar na vitória por 2 a 1 sobre o Cruzeiro e marcou um golaço de falta no triunfo por 1 a 0 diante do São Paulo, ambos no primeiro turno.
O Inter ocupa a sétima colocação com 35 pontos. Caso vença o Botafogo, passará o time carioca, que atualmente ocupa o quinto lugar, com 37. E, para cumprir a meta, precisará novamente do talento de seu camisa 10.


 

Nenhum comentário: