quinta-feira, 30 de agosto de 2012


Superioridade30/08/2012 | 21h05

Com gol de João Paulo, Inter vence o Grêmio por 1 a 0 na Copa Hélio Dourado

Equipe colorada é líder do Grupo A da competição; Grêmio é o lanterna com dois pontos

Com gol de João Paulo, Inter vence o Grêmio por 1 a 0 na Copa Hélio Dourado Tadeu Vilani/
Equipe colorado foi superior no Gre-Nal sub-23 pela Copa Hélio DouradoFoto: Tadeu Vilani
Contando com equipes reforçadas por jogadores do grupo principal, o Gre-Nal da Copa Hélio Dourado prometia uma chance de chamar a atenção dos técnicos Fernandão e Luxemburgo. No Grêmio, Tony foi a melhor peça da equipe. Mesmo com uma zaga formada por Pablo e Groli, dois jogadores que já atuaram na equipe titular, o ataque do Inter levou a melhor. Com o gol e uma boa atuação de João Paulo, o time colorado foi superior e saiu com a vitória por 1 a 0.
O jogo no Vierão começou muito disputado. Com o ataque do Inter apostando na força de Maurides e Cassiano, o Grêmio procurava responder com jogadas de velocidade usando Tony e Rondinelly para sair no contra-ataque.
Aos 12, Rondinelly driblou e tentou o cruzamento, mas Agenor fez a defesa sem problemas. Enquanto as equipes ainda se estudavam, um erro da defesa gremista quase deu a vantagem ao Inter. Em bola cruzada na área, Alan por pouco não abriu o placar. O zagueiro aproveitou o rebote na segunda trave, mas a finalização passou ao lado do gol.
Sem as melhores condições do gramado, o Inter aproveitou a força de Cassiano para levar o time ao ataque nas jogadas em velocidade. Mesmo um pouco ausente no jogo, João Paulo conseguia armar o sistema ofensivo. A resposta do Grêmio era o volante João Francisco. O camisa 5 gremista foi o principal responsável na marcação aos meias do Inter.
Depois da metade do primeiro tempo, as iniciativas do Inter se tornaram mais frequentes e perigosas. O goleiro Busatto cobrou mal um tiro de meta aos 36, e precisou sair da área para afastar a chegada de Maurides.
E se Busatto primeiro apareceu por uma falha, nos dois lances seguintes o goleiro gremista mostrou a qualidade que o fez ser promovido à reserva imediato de Marcelo Grohe. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou livre para Rodrigo Dourado na entrada da área. O volante colorado bateu forte com o pé esquerdo, mas o camisa 1 evitou o gol.
Busatto ainda fez outra grande defesa um minuto depois. Em cruzamento pelo lado esquerdo, Maurides se antecipou aos defensores e conseguiu desviar de cabeça. O goleiro se esticou todo e conseguiu espalmar a bola para a linha de fundo.
Aos 40, Dener derrubou Cassiano e levou cartão amarelo. Com superioridade, o Inter acabou o primeiro tempo jogando melhor que o rival. No último lance do primeiro tempo, Maurides e Tony dividiram uma bola pelo alto e na queda o centroavante acertou o lateral. Depois do apito do final da primeira etapa, os dois saíram de campo trocando empurrões.
Inter chegou pela direita e Maurides cabeceou para fora. O Grêmio continuou sem contar com Rondinelly, muito apagado no jogo, e Felipe Nunes, bem marcado por Rodrigo Dourado. Com 18 minutos, o placar foi aberto pelo jogador com melhor atuação técnica. Cassiano cruzou da direita e João Paulo se antecipou a Douglas Groli para cabecear para o fundo das redes. Depois do gol, Dener fez outra falta e acabou expulso.
E então o técnico Lucas Gonçalves tirou Felipe Nunes e colocou Carlos Alexandre para jogar pela esquerda. O centroavante Douglas também entrou no lugar de Diego Testa. Depois de conduzir a boa atuação do Inter, João Paulo foi substituído aos 30 minutos por João Paulo. Com cartão amarelo, Zé Mário saiu para a entrada de Marlon Bica. Osmar Loss ainda colocou Maurinho na vaga de Maurides nos minutos finais. Sem conseguir assustar, o Grêmio acabou dominado sofrendo o resultado inverso do Gre-Nal das equipes principais. O Inter garantiu a vitória por 1 a 0 e a liderança do grupo A da Copa Hélio Dourado. O Grêmio segue como lanterna da competição, com dois pontos.
De olho neles:
INTERAlan
Chamado de Pirulito, pela semelhança com o zagueiro Alex Silva, o zagueiro colorado mostrou muita força e boa saída de bola. Não perdeu nenhuma bola em velocidade.
Rodrigo Dourado
O camisa 5 do Inter deu sustentação a um meio-campo ofensivo. Mesmo saindo pouco para o ataque, o jogo sempre começava pelos seus pés.
Cassiano
O camisa 7 do Inter causou a expulsão de Dener. Apesar da força física, o atacante também mostrou uma boa velocidade. Foi a válvula de escape do meio-campo.
GRÊMIOBusatto
Seguro em todas as intervenções que precisou fazer. Ganhou o posto de reserva de Marcelo Grohe.
João Francisco
Foi o melhor jogador da primeira metade da partida. Apesar de jogar com a camisa 5, sua presença ofensiva era uma das melhores opções do time.
ZHESPORTES

Nenhum comentário: