terça-feira, 24 de julho de 2012


24/07/2012 17h47 - Atualizado em 24/07/2012 18h11

D'Ale resiste a expulsão e troca de técnico e é mantido como capitão

Fernandão confirmou que camisa 10 seguirá com a braçadeira colorada. Treinador quer que o meia mantenha o 'estilo guerreiro'

Por Tomás HammesPorto Alegre
3 comentários
D'Alessandro na partida contra o Atlético-MG (Foto: Alexandre Lops / Inter, DVG)D'Alessandro volta ao time do Inter contra o
Figueirense (Foto: Alexandre Lops / Inter, DVG)
Para amenizar o estilo contestador de D’Alessandro, a estratégia já está definida. Fernandão seguirá conversando com o argentino. Apesar disso, o temperamento explosivo não o fará perder a braçadeira de capitão, mesmo com a mudança no comando técnico.
A confirmação veio na manhã desta terça-feira. O treinador colorado comentou sobre o comportamento do camisa 10. E ressaltou que, mesmo com a expulsão diante do Atlético-MG e os cartões amarelos que costuma levar (já foram quatro em seis partidas de Brasileirão), não deseja que El Cabézon altere sua postura durante os 90 minutos:
- O D’Alessandro é o meu capitão e seguirá assim. Quero que ele mantenha o estilo guerreiro, independentemente de cartão amarelo. Não vou tirar isso nunca dele. Foi a maneira que ele conquistou o torcedor do Inter.
Fernandão, no entanto, sabe que não pode prescindir do talento do meia. Para isso, revelou que buscará fazer com que o meia esbraveje menos depois que o árbitro assinalar uma marcação:
- Já vinha conversando com ele sobre a questão de abrir o braço, gritar e reclamar de uma decisão já marcada e vou voltar a falar disso.
Diante do Figueira, nesta quarta-feira, D’Ale retorna ao time após cumprir suspensão. E retomará a braçadeira que Bolívar utilizou no último domingo contra o Atlético-GO. Os colorados esperam que o camisa 10 só desequilibre o rival catarinense.

Nenhum comentário: