sábado, 7 de julho de 2012


07/07/2012 12h05 - Atualizado em 07/07/2012 12h05

Com excesso de estrangeiros, Inter cogita naturalizar Guiñazu

Bolatti segue sendo assediado pelo Independiente, mas a negociação esbarra no pedido salarial

Por Diego GuichardPorto Alegre
Comente agora
Guiñazu volante Inter (Foto: Tomás Hammes / GLOBOESPORTE.COM)Inter busca naturalização de Guiñazu
(Foto: Tomás Hammes / GLOBOESPORTE.COM)
Com a contratação de Diego Forlán, o Inter terá um novo problema pela frente: o excesso de estrangeiros. Pela legislação da CBF, somente três atletas do Exterior podem atuar em cada partida. E hoje, atualmente o clube gaúcho conta com cinco. Dessa forma, busca alternativas para escalar os “gringos”.

Uma possibilidade é a naturalização deGuiñazu. Há cinco anos no país, o volante já pode solicitar a dupla cidadania e, mesmo assim, continuar a defender a seleção argentina.

- O Fernandão teve um bate-papo com ele sobre isso, não tem nada definido. É um desejo do Internacional – explicou Davi.
Já Mário Bolatti segue sendo assediado pelo Independiente, mas a negociação esbarra no pedido salarial. O clube argentino pede uma redução no valor para conseguir o empréstimo. O Inter não descarta uma negociação envolvendo o volante, desde que não tenha que continuar pagando parte do vínculo.

Enquanto isso, Dorival Júnior é político. Diz que todos os estrangeiros brigarão por vaga na equipe.

- Depende de análise. Estaremos contando com cinco jogadores estrangeiros e cada um vai brigar por seu espaço. É um assunto da diretoria – resumiu Dorival.

Além de Forlán, Guiñazu e Bolatti, o clube ainda conta com os argentinos D’Alessandro e Dátolo, que se encontra em recuperação de cirurgia de púbis.

Nenhum comentário: